Cupom Vale Presente

links patrocinados

Cupom Vale Presente

Cupom Vale Presente

A melhor opção para não errar na hora de presentear é dar um vale presente. Não é ofensivo e impessoal como o velho dinheiro no envelope, mas também não causa o constrangimento de visualizar na expressão do presenteado que a sua escolha não foi a ideal. Ou seja, na dúvida, deixe a pessoa encontrar o que mais lhe agrada. O vale presente é um método de vendas utilizado em muitas redes ao redor do país de diferentes produtos – alguns exemplos incluem as de roupa, como Marisa, Riachuelo, Renner e C&A, de livros e afins, como a Fnac, Livrarias Cultura, Livrarias Saraiva, entre outras, ou de cosméticos, como O Boticário.

A principal dúvida é a do valor do cupom, que obviamente deixa claro o quanto você gastou com a pessoa. O ideal é que o valor possa ser trocado por algum produto, sem a necessidade do presenteado complementar com o próprio bolso. Geralmente os valores disponibilizados variam entre quinze e cem reais, dependendo da sua renda, da proximidade com a pessoa, do evento em questão e dos preços da própria loja, algo entre trinta e sessenta reais não deve decepcionar.

Os vales também são muito utilizados durante o Natal, pois já há uma expectativa grande de trocas, valendo mais a pena comercializar os vales para que o atendimento já envolva diretamente a venda de algum produto. Embora as pessoas não admitam, não há problema algum em trocar um presente por não se identificar ou pelo simples fato de não servir ou combinar com a sua personalidade. Obviamente, o desejo da pessoa que presenteou é que o presente seja usado.

Outras observações

Preste atenção na validade do vale, pois eles geralmente possuem uma data limite para serem utilizados. Isso acontece mais como forma de controlar o cliente, que em quase todas as redes não pode acumular vales. No caso da compra com esse método, também não é possível fazer trocas posteriormente, visto que foi você mesmo quem provou e selecionou o produto. Até mesmo lojas que não pertencem a grandes redes já utilizam os vales presentes como forma de não perderem um presenteador indeciso.

Regras de etiqueta que podem evitar chateações nesse caso incluem comentários feitos pelo presenteador sobre a pessoa ser “difícil de achar alguma coisa” – obviamente pode ser interpretado como se o indivíduo fosse exigente ou insatisfeito. A melhor solução para justificar sua escolha é simples: garantir que o presente esteja de acordo com a preferência da pessoa, que ao escolher por si mesma não correrá riscos de erro.

Também se deve evitar dar vales para várias pessoas no mesmo evento (como é o caso do Natal), pois eles devem ser exceção à regra. Caso sejam utilizados com frequência ou com muitas pessoas, você acaba ficando com imagem de preguiçoso. Um bom exemplo do uso do cupom é com amigos secretos – pois são presentes únicos e já são eventos conhecidos pelo azar de ganhar algo que não se quer.

Uma boa escolha também pode ser na hora de presentear jovens, que geralmente possuem um senso mais restrito de presentes, preferindo um estilo específico de roupas, cores, texturas, ou mesmo envolvendo outros produtos, como gêneros definidos de música ou de literatura, ou até de aromas de produtos estéticos.

Fotos

Cupom vale presenteCupom vale presente
Vale presenteVale presente
Os cupons são boas opções para quem não sabe o que dar de presenteOs cupons são boas opções para quem não sabe o que dar de presente

Pesquisar
Artigos Relacionados