Correio Braziliense

links patrocinados

Correio Braziliense

Correio Braziliense

O Correio Braziliense é um dos mais tradicionais jornais impressos do Brasil, juntamente com meios como Folha de S. Paulo, Estado de São Paulo, jornal O Globo e o Estado de Minas, entre outros. Tem cobertura principalmente no Distrito Federal e em Brasília, embora também tenha correspondentes específicos em outras cidades e capitais estratégicas para relatos políticos, sociais e econômicos, como é o caso do Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador, Rio Grande do Sul, etc. Fundado em abril do ano de 1960, é um dos mais antigos ainda em publicação no país.

O jornal é propriedade dos Diários Associados (conglomerado que já foi o maior da imprensa no Brasil, comandado por Assis Chateaubriand). Hoje conta com os seguintes meios de comunicação: Aqui (São Luís, Maranhão), Aqui (Recife, Pernambuco), Aqui (Brasília, Distrito Federal), Aqui (Betim, Minas Gerais), Aqui (Belo Horizonte, Minas Gerais), Correio Braziliense, O Imparcial, Estado de Minas, Jornal do Commercio, Diário Mercantil, Diário de Natal, Diário de Pernambuco, O Poti, além das quatro revistas mineiras (Ragga, Encontro, Aqui TV, HIT), além das Rádios Clube FM e AM em diferentes capitais brasileiras, a TV Alterosa (do Sistema Brasileiro de Televisão, em Minas Gerais) e diferentes portais online como o Uai, Lugar Certo, Correio Web e DN Online, entre outros.

É mais conhecida, entretanto, pela extinta TV Tupi, a primeira emissora do Brasil e a revista O Cruzeiro, que marcou a história do país com suas grande reportagens aprofundadas e excelente cobertura fotográfica. O Correio Braziliense existe desde a inauguração da cidade de Brasília, se tornando também o maior jornal da capital do Brasil. Além disso, o Correio Braziliense foi muito premiado pelo seu design e diagramação, principalmente durante o período em que Ricardo Noblat foi o editor responsável.

Mais informações

Os cadernos do Correio Braziliense incluem: Revista do Correio, Eu Concurseiro, Direto e Justiça, Eu Estudante, Suplementos de Informática, Veículos e Turismo, Caderno de TV, Fotografia, Super Esportes, Arte, Cidades, Variedades (com temáticas como Gastronomia, Tecnologia, Ciência, Saúde, Saver Viver), Mundo, Opinião, Economia, Política Brasileira, entre outros, sendo que alguns são semanais e outros diários, dependendo da relevância e também do dia da semana em que são publicadas. O Correio Braziliense já ganhou duas vezes o Prêmio Esso, em 2000 e 1994.

No site oficial do Correio Braziliense, é possível obter informações sobre como realizar a assinatura do jornal, que pode ser enviado para as principais capitais do país. O preço varia entre trinta reais a cinqüenta e cinco reais, variando se a assinatura é impressa, digital e para tablets como o iPad e o Galaxy, ou apenas digital, valendo de segunda a domingo. Além disso, é possível acompanhar o Correio pelo Twitter (através do perfil @cbonlinedf) e da inscrição de feed RSS.

Além disso, alguns dos serviços disponibilizados no site oficial incluem: classificados, blogs, infográficos, galerias, áudio, especiais de reportagem como o Rio Mais Vinte, etc. Para mais informações, acesse o site oficial do Correio Braziliense e confira o conteúdo de um dos mais importantes jornais do país.

Fotos

Correio BrazilienseCorreio Braziliense
O jornal foi fundado em 1960O jornal foi fundado em 1960
O Correio Braziliense faz parte dos Diários AssociadosO Correio Braziliense faz parte dos Diários Associados

Pesquisar
Artigos Relacionados