Conversor Flex

links patrocinados

Conversor Flex

Conversor Flex

A popularização dos carros biocombustíveis, ou seja, que funcionam tanto com álcool quanto com gasolina, vem aumentando no Brasil. O consumidor acredita que com a liberdade de escolher, poderá economizar mais na hora de viajar.

Por causa dessa tecnologia, entretanto, os carros novos que possuem a opção flex são mais caros. Para quem deseja economizar, uma boa opção é a instalação do conversor flex no seu veículo.

Como funciona

O conversor é instalado no seu carro, na área da injeção eletrônica. Com isso, é possível abastecer com gasolina, álcool ou a mistura dos dois. Antigamente, não era raro ouvir afirmações de que o etanol danificava o motor. Atualmente, por causa de adaptações tecnológicas nos veículos, o álcool não prejudica o funcionamento adequado. Além disso, hoje em dia quase um quarto da composição da gasolina possui álcool – ou seja, se houvesse problema a própria gasolina iria estragar o motor.

O conversor precisa ser compatível com o seu carro para que a instalação seja feita. O veículo deve ter quatro, cinco, seis ou oito cilindros, além de ser multiponto. Não é indicado colocar o conversor caso o seu carro apresente qualquer tipo de defeito, podendo potencializar riscos. Preferencialmente, faça uma revisão antes da instalação do conversor flex.

Avaliando a economia

Um mito muito comum relacionado ao conversor é a perda de potência do carro. Isso não ocorre. O desempenho pode até melhorar com a adição do álcool, que possui octanagem superior a da gasolina. A economia depende muito das variações do preço na sua cidade, mas em média pode se economizar até 30% em um mês nos gastos de combustível.

É sempre bom lembrar que, com a tecnologia flex, a dependência do Brasil com o petróleo é inexistente – transformando o país em auto-suficiente na produção. Além disso, as contribuições do uso do álcool envolvem o meio ambiente, a geração de empregos na área da agricultura pela plantação da cana e ainda investimentos na economia nacional na parte de pesquisa e inovação tecnológica.

Importância de profissionais adequados

Para evitar complicações com o carro, é importante destacar a necessidade de pesquisar um conversor de boa qualidade, bem como o de um profissional experiente para fazer a instalação. Para começar, pesquise as marcas de conversor e pergunte indicações para amigos ou conhecidos – veja se o conversor é compatível com os conectores do modelo do seu carro.

A instalação é rápida e pode ser feita pelo próprio proprietário, desde que ele conheça o funcionamento da injeção eletrônica e saiba o básico de auto mecânica. Caso não tenha experiência, recomenda-se que um mecânico faça a montagem do produto. Além do valor da mão de obra e do conversor (que custa em média R$ 300), é bom trocar o filtro do combustível (em torno de R$ 20), para que a injeção eletrônica como um todo fique como nova. Um bom conversor não altera o funcionamento do resto do carro, nem causa superaquecimento da máquina – caso isso ocorra, consulte um mecânico de confiança ou peça para que desinstalem o produto.

Fotos

Confira Fotos do Conversor Flex:

Conversor FlexConversor Flex
Modelo de Conversor FlexModelo de Conversor Flex
Carro FlexCarro Flex

Pesquisar
Artigos Relacionados