Construção Usina Belo Monte

links patrocinados

Construção Usina Belo Monte

Construção da Usina Belo Monte

Alvo de grande polêmica, a construção da Usina Belo Monte próxima a Altamira, no Pará, deve ser finalizada em 2015 e promete ser a terceira usina hidrelétrica maior e mais potente do mundo, gerando até 4.500 MW (39,5 TWh por ano, ou 10% da produção de energia nacional). A região vem sendo estudada para a implantação da usina desde a década de 1970, mas a discussão se acentuou quando o projeto foi aprovado pelo IBAMA e quando ocorreu o leilão de licitação para a construção do empreendimento.

Localização

Os municípios afetados pela obra são Senador José Porfírio, Anapu, Brasil Novo e Vitória do Xingu. Mas Altamira é a que apresenta maior desenvolvimento e tem a maior população, cerca de 98 mil habitantes. A cidade recebe diariamente uma legião de pessoas que querem trabalhar direta ou indiretamente no processo de instalação da usina.

Usina Belo Monte

Apropriando-se das águas do Rio Xingú, com a construção da Usina de Belo Monte, cerca de 11 municípios serão afetados, numa área total de 100 km, e a área correspondente ao lago da usina será de 516 km².

Desenvolvimento em produção de energia

O empreendimento da Usina de Belo Monte faz parte do PAC – Plano de Aceleração do Crescimento e tem seu custo estimado em R$ 30 bilhões de reais. Conflitos a parte, o governo brasileiro afirma que a usina é garantia de desenvolvimento para a região, criando diversas frentes de emprego.

Obras na Usina Belo Monte

Aqueles que defendem a construção da Usina de Belo Monte afirmam que o projeto tratá um investimento até 19 vezes maior para o Pará, além de solucionar diversos problemas relacionados à produção e distribuição de energia (como os “apagões”) em várias regiões.

Críticas à construção da Usina de Belo Monte

Ambientalistas e boa parte da sociedade civil questionam o governo se há mesmo a necessidade da criação de um complexo desta dimensão na região. Afinal, os opositores da Usina de Belo Monte afirmam que o ecossistema tão rico lá existente e diversas comunidades indígenas irão ser infinitamente afetados com esta construção. Dados comprovam que construção não vai suprir a necessidade de energia necessária para o Brasil, pois durante as secas não haverá produção de energia por um período de seis meses.

Preco da construcao Usina Belo Monte

Cerca de mais de 100 mil pessoas migrarão para a região e deve ocorrer deslocamento compulsório de mais de 20 mil pessoas que lá habitam, na sua maioria indígenas. Trata-se de um caos social e impacto socioeconômico sem precedentes. No movimento contrário à construção da Usina de Belo Monte, estão diversos especialista, artistas e pessoas públicas que protestam abertamente contra a implementação da Usina de Belo Monte. Foi escrito um relatório por 40 especialistas de diversas áreas, com o total de 230 páginas que comprova os possíveis estragos causados pela construção da Usina de Belo Monte.

Além disso, diversos igarapés serão inundados permanentemente e a região, que possui ciclos de cheias e secas, terá os cursos de seus rios afetados com a construção da Usina de Belo Monte, e muitos destes rios deixarão de existir, afetando também diversas espécies locais, principalmente de peixes e de árvores.

Projeto Usina Belo Monte Investimento Usina Belo Monte

Pesquisar
Artigos Relacionados