Conjuntivite Bacteriana, Viral e Alérgica

Conjuntivite Bacteriana, Viral e Alérgica

Conjuntivite Bacteriana, Viral e Alérgica

Sobre a Conjuntivite Bacteriana, Viral e Alérgica

Quem é que nunca ficou com os olhos vermelhos, inchados e irritadiços? A conjuntivite é uma doença que pode ser pega sem ser percebida e é bastante comum. O que talvez não seja conhecido pela maioria é que existem três tipos de conjuntivite: viral, bacteriana e alérgica. Cada uma delas tem sua característica e deve ser tratada de maneira diferente.

A conjuntivite nada mais é do que uma inflamação na conjuntiva, a parte exterior do olho. Geralmente o que causa esta inflamação é uma infecção, que pode ser pega através de contágio, caso a conjuntivite seja bacteriana ou viral.

Conjuntivite Viral

Cada tipo de conjuntivite tem uma causa diferente. A viral pode ser espalhada pelo ar, pela fumaça ou algum tipo de meio aerossol. Outra causa da conjuntivite viral é o contato com vírus contagiosos, podendo ser, inclusive, alguns que causam a gripe.

Conjuntivite alérgica

Já a conjuntivite alérgica é causada, como o próprio nome afirma, por alguma substância que causou alergia no indivíduo. Pode ser um perfume, um cosmético, lente de contato com substâncias que não deveriam estar presentes, remédios, etc. Uma característica da conjuntivite alérgica é que ela costuma afetar ambos os olhos e trazer pálpebras inchadas.

Conjuntivite bacteriana

Por outro lado, a conjuntivite bacteriana é causada por uma bactéria, que pode vir da própria pele ou das vias respiratórias do sujeito. A infecção também pode advir do contato com um ambiente infectado ou outras pessoas que possuem a bactérias (daí o conselho de ficar longe de pessoas com conjuntivite e nunca coçar os olhos sem antes lavar as mãos). Maquiagem e cremes para o rosto também podem trazer bactérias que causam a conjuntivite bacteriana.

Sintomas da Conjuntivite Bacteriana, Viral e Alérgica

Em qualquer dos casos da conjuntivite, os sintomas geralmente são olhos avermelhados, inchados e irritadiços, causando lacrimejamento. Em alguns casos, pode trazer coceira.

O tratamento, por sua vez, depende do tipo de conjuntivite e a pessoa mais indicada para tratar é o médico oftalmologista. Mas, para conhecimento, no caso das conjuntivites alérgicas e virais, o jeito é fazer compressas com água fria e usar colírio lubrificante. No caso de conjuntivites bacterianas é necessário o uso de antibióticos.

GD Star Rating
loading...
Conjuntivite Bacteriana, Viral e Alérgica, Nota: 3.0 de 5 com 2 votos
Pesquisar
Artigos Relacionados