Como funciona o FIES

links patrocinados

Como funciona o FIES

Nos últimos anos, o Governo Federal tem criado uma série de dispositivos com o objetivo de facilitar o acesso ao Ensino Superior, principalmente das camadas sociais que possuem renda mais baixa. Estes programas têm como finalidade promover melhorias sociais através da educação, ampliando as possibilidades dos estudantes no mercado de trabalho. Dentre os projetos oferecidos pelo Governo Federal está o Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (FIES), que permite o pagamento de suaves prestações para aqueles que utilizam a rede privada de Ensino Superior.

A grande vantagem do FIES é que o sistema permite que os estudantes se matriculem em instituições privadas de grande renome, que não oferecem vagas através do ProUni (Programa Universidade para Todos). Isso porque o ProUni se utiliza das vagas remanescentes das instituições e, em alguns casos, principalmente naquelas que têm um conceito muito alto, estas vagas nem sempre são disponibilizadas. Abaixo, explicaremos de maneira detalhada como funciona o FIES.

Quem pode participar do FIES

Como funciona o FIES Fies

FIES está acessível a qualquer estudante. A única restrição de acesso ao programa é para aqueles que não estão em dia com as prestações do Programa de Crédito Educativo, sistema que vigorou no país entre os anos de 1976 e 1998. O FIES foi criado no ano seguinte, e está disponível até mesmo para os estudantes que já se beneficiam de outros programas do Governo Federal, como o ProUni.

Saiba Como funciona o FIES

Condições de participação no FIES

Se você não possui nenhuma pendência com o extinto Programa de Crédito Educativo, já está apto a participar do FIES. Para isso, o primeiro pré-requisito é participar do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Depois, é preciso ser aprovado no vestibular da instituição desejada ou já estar cursando alguma graduação no local. É importante ressaltar que o FIES não está disponível para qualquer universidade brasileira, apenas para as que se cadastraram no programa. Na página oficial do Ministério da Educação (MEC) é possível encontrar a relação completadas instituições que compõem o programa. Atualmente são mais de 1,1 mil centros universitários, faculdades e universidades participantes.

Para que serve o Fies

Como fazer a inscrição

A inscrição no FIES é realizada através do site do MEC. Para solicitar o financiamento, os estudantes devem preencher o formulário de inscrição no SisFIES (Sistema Informatizado do FIES), informando dados como data de nascimento, CPF e um email válido. Após confirmar seu cadastro, basta informar a instituição de ensino superior e aguardar o andamento do processo, que pode ser acompanhado na própria plataforma SisFIES.

Assim que o cadastro for aprovado, o estudante já pode se dirigir à instituição bancária e efetuar o financiamento.

Como fazer o Fies

Valores

Com o FIES, os estudantes pagam um valor trimestral de até R$50. Assim que conclui a graduação, o novo profissional tem uma carência de 18 meses, período em que não há necessidade de pagar as parcelas do financiamento. Este prazo é oferecido para que o profissional tenha tempo de se inserir no mercado de trabalho. Na página do SisFIES é possível fazer a simulação dos valores das parcelas. O financiamento estudantil tem taxa de juros de 3,4%.

Pesquisar
Artigos Relacionados