CFO MG

links patrocinados

CFO MG

CFO MG

Muitas pessoas vem nos cargos públicos um emprego que garante estabilidade e ainda uma boa remuneração que conta com diversos benefícios. Mas estas vagas não remetem apenas a cargos de escritório, mas também a profissionais que desejam atuar como um militar brasileiros.

Um dos concursos mais procurados é o Curso de Formação de Oficiais (CFO). O curso é uma boa oportunidade já que é oferecido praticamente em todos os estados do país, e é claro, em Minas Gerais. Para o estado mineiro, também está disponível o Curso de Bacharelado em Ciências Militares – área de defesa social, da Polícia Militar de 2011.

Concurso CFO MG

Outro destaque é que diferente das empresas governamentais que oferecem os concursos somente quando precisam de novos funcionários, o CFO acontece de forma anual, ou seja, formando sempre novos profissionais ao final de cada concurso.

O Concurso de Formação de Oficiais é organizado pelo Centro de Recrutamento e Seleção (CRS) da Polícia Militar de Minas Gerais. O centro é responsável pela organização de todo o concurso e também pela aplicação das provas e divulgação de resultados.

Acessando o site da Policia Militar de Minas Gerais é possível ter acesso a todos o editais relacionados ao Concurso do ano que passa. La estão disponíveis todas as informações necessárias aos interessados em participarem do concurso, como datas de inscrição, pré-requisitos, datas de provas, conteúdo cobrado, e divulgação de resultados.

Os interessados em participarem do CFO devem acessar o link de documentos Normativos do Concurso, assim é possível conhecer em detalhes as especificações da provas e também quais são os requisitos, como características de provas de habilidade física e também dúvidas frequentes.

Consulta de notas CFO MG

Outro recurso que o site oferece é a consulta de notas de quem participou dos concursos anteriores. Basta acessar a pagina e clicar no link. Depois o candidato precisa inserir as suas informações para poder acessar o seu resultado. Na pagina também estão disponíveis na integra todas as ultimas provas do concurso, assim é possível estudar e conhecer melhor como a prova é elaborada e quais os assuntos mais cobrados.

CFO PMMG

CFO PMMG

Sobre a CFO PMMG

A Polícia Militar de Minas Gerais está respaldada através do artigo 144 da Constituição Federal que diz que é dever do Estado a preservação da ordem pública, da incolumidade das pessoas, e ainda do patrimônio. Ainda através da Costituição do estado mineiro aponta no artigo 142, enciso I e II.

História

A história da PM de Minas começa ainda no Século XVIII, quando o ouro e pedras preciosas começa a ser cobiça entre as pessoas, vindas de todos os lados, principalmente das regiões mais desenvolvidas como São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Pernambuco. Até mesmo de Portugal vinham pessoas atrás das riquezas da região.

Companhias de Dragões e sua corrupção

Assim, numa época onde imperava a lei do mais forte, onde a ganância das pessoas não dava brecha para o senso de justiça. Foi nesse contexto que se viu a necessidade da presença de uma força policial ou tropa, onde esta estivesse estruturada dentro dos valores éticos da disciplina e hierarquia para patrulhar as cidades e vilas.

Entretanto, a luz do ouro falou mais forte e rapidamente as Companhias de Dragões foram corrompidas pelo sonho fácil das pedras preciosas. Tempos passaram e então outro Governador de Minas Gerais, o Dom Antônio de Noronha, acabou por extinguir as duas companhias frente ao seu fraco desempenho e ainda corrupção exercida.

Criação do Regimento Regular de Cavalaria de Minas

Então no dia 09 de junho de 1775, foi criado pelo então Governador o Regimento Regular de Cavalaria de Minas, na tentativa de dar maior segurança aos que ali povoavam. Ela foi composta somente por mineiros, e recebiam seus salários diretamente da administração da capitania. Quem passou a comandante da força que ora ali nascia, foi justamente Joaquim José da Silva Xavier, mais conhecido como Tiradentes.

Tiradentes

Tiradentes virou muito tempo depois um mito, hoje é Protomártir da Independência e Patrono Cívico da Nação e das Polícias Brasileiras. Na época, ele ficou encargo de missões de natureza militar, tanto nas operações para enfrentar tumultos, quanto na defesa do território e de supostas insurreições frente a Capitania e da própria Pátria.

Ainda era de sua responsabilidade quanto comandante do Regimento, a repressão de crimes, tendo como objetivo direto manter a ordem frente as pessoas, de forma que o ouro pudesse tomar seu rumo seguro para a Corte portuguesa.

Pesquisar
Artigos Relacionados