Carnes boas para churrasco

links patrocinados

Carnes boas para churrasco

O churrasco é um verdadeiro patrimônio nacional. No Brasil, é comum que muitas pessoas façam dezenas de churrascos ao longo dos anos, quase sempre aproveitando os domingos ensolarados.

Embora seja um prato muito simples de se preparar, o churrasco tem dezenas de detalhes que, se não forem respeitados, podem prejudicar de maneira considerável a qualidade da refeição. Se você é um churrasqueiro com pouca experiência é preciso, antes de qualquer coisa, estar atento às carnes boas para churrasco. Este é apenas o primeiro passo para que seu churrasco dê certo, mas é algo imprescindível. Se você quer impressionar seus amigos e parentes com um excelente churrasco, confira abaixo as melhores carnes para churrasco e outras dicas para que tudo dê certo.

Carnes boas para churrasco: picanha

Carnes boas para churrasco Conheça as Carnes boas para churrasco

Picanha é a grande preferida dos brasileiros na hora de fazer um belo churrasco. Contudo, é preciso ter bastante cuidado na hora de escolher a peça. O ideal é encontrar um pedaço que tenha gordura uniforme, ao longo de toda a peça, com cerca de um centímetro de espessura.

Se você quer cortar a picanha em bifes, deixe-os grossos, com mais de dois centímetros de espessura, pois os bifes muito finos não ficam macios.

Churrasco

Preparo da picanha

A picanha precisa passar rapidamente pela grelha. O ideal é ter uma brasa forte, mas sem fogo alto. Para deixar a picanha no ponto, faça o seguinte: coloque a carne e, quando o sangue chegar à superfície do bife, já é a hora de virar. Repita o procedimento e a carne já está pronta. Nunca fique virando várias vezes, pois assim ela acaba passando do ponto e endurecendo.

Algumas Carnes boas para churrasco

Outras carnes boas para churrasco

Em relação à carne vermelha, outros cortes muito bons para churrasco são contrafilé, fraldinha e maminha. O preparo do contrafilé e da maminha é o mesmo do feito com a picanha, com brasa forte e pouco tempo. A fraldinha, entretanto, é um pouco diferente, ficando mais gostosa com a peça assada inteira, com o fogo um pouco mais baixo.

Por fim, há a tradicional costela. Neste caso em especial, a capa de gordura deve ser bem mais alta, com cerca de cinco centímetros de espessura. Evite as carnes que têm gordura muito amarela ou aquelas sem gordura, pois provavelmente ficarão duras. A costela é naturalmente demorada, devendo ficar no topo da churrasqueira por cerca de três horas, geralmente em papel alumínio.

Em relação aos temperos, os especialistas recomendam que não se utilize muitas coisas diferentes. Geralmente, alho e sal são mais do que suficientes, ou apenas o sal grosso. Lembre-se também de temperar a carne apenas momentos antes de colocá-la na churrasqueira, para que o sal não a desidrate.

Carnes para churrasco

Suínos

Alguns cortes suínos também combinam bastante com um bom churrasco, principalmente a bisteca. Neste caso, os cortes devem ficar um pouco mais no fogo. Outro detalhe importante para o churrasco com carne suína é que, neste caso, é recomendável utilizar uma maior quantidade de temperos. As carnes suínas combinam muito com limão, alho e sal.

Pesquisar
Artigos Relacionados