Argiloterapia para cabelos: benefícios

links patrocinados

Argiloterapia para cabelos: benefícios

A utilização de tratamentos à base de argila nos cabelos, procedimento conhecido como argiloterapia, tem ganhado cada vez mais adeptos no Brasil. O tratamento reúne uma série de benefícios: é simples, natural e muito eficiente. De acordo com especialistas, é possível perceber os resultados logo após a primeira sessão do tratamento.

Benefícios da argiloterapia

Argiloterapia para cabelos: benefícios Argiloterapia para cabelos

Tratamento com argiloterapia traz diversos benefícios ao mesmo tempo. O produto ajuda a tratar problemas como oleosidade, seborreia e caspa, além de promover uma limpeza profunda nos fios, dar brilho e recuperar a qualidade e força das hastes capilares. Para os homens, o tratamento também ajuda a combater a queda capilar.

Todos estes benefícios são possíveis graças aos sais minerais presentes na argila, especialmente titânio, ferro, alumínio e sílica. Estes produtos têm uma ação calmante sobre o couro cabeludo, além de atuarem como fungicidas e bactericidas, auxiliando na ativação da circulação e eliminação das células mortas.

Conheça a Argiloterapia para cabelos: benefícios

Aplicação da argiloterapia

A argiloterapia é feita diretamente no couro cabeludo e nos fios. Incialmente, o produto auxilia na desintoxicação dos fios, retirando as impurezas acumuladas ao longo do dia, seja devido a tratamentos químicos ou à poluição. O titânio da argila, especialmente aquelas com coloração mais escura, tem uma forte ação anti-inflamatória.

A argila pode ser encontrada em sete versões diferentes. Embora todas elas tragam os benefícios acima mencionados, algumas são mais adequadas para determinados tipos de problemas. A aplicação da argiloterapia deve ser feita semanalmente, por um período entre dez a doze semanas.

Confira a Argiloterapia para cabelos: benefícios

Tipos de argilas

Os produtos para argiloterapia são diferenciados pela cor. A argila verde tem como principal foco a desintoxicação capilar; a branca serve para a remoção de impurezas mais profundas; as versões cinza e preta são mais utilizadas como cicatrizantes e anti-inflamatórias; para o tratamento da oleosidade, a argila vermelha é a mais recomendada; por fim, as versões marrom e amarela são as melhores para a limpeza do couro cabeludo.

Como mencionamos anteriormente, todas as argilas possuem diversas propriedades. A escolha da cor tem como objetivo apenas tratar o problema mais grave presente nos cabelos.

Estes produtos já estão disponíveis nas principais lojas de produtos cosméticos do Brasil, além de alguns supermercados. A argiloterapia é um tratamento recomendado para qualquer tipo de cabelo.

Argiloterapia

Hidratação

A função hidratante da argiloterapia é uma das mais poderosas dentre todos os tipos de tratamento capilar existentes. Se você pretende fazer um tratamento com argila para melhorar a hidratação de seus fios, é recomendável misturá-las a outros produtos, notadamente óleos de coco e argan, o que ajuda na formação de uma máscara de nutrição.

A argila é vendida, geralmente, em uma textura bastante sólida. Antes de utilizar o produto, é recomendável fazer a diluição em água, para que a aplicação seja mais uniforme. Contudo, é preciso utilizar água destilada ou mineral para manter a integridade dos nutrientes da argila. A argila utilizada no tratamento capilar é a mesma que serve como esfoliante corporal, sendo também aplicada a tratamentos contra estrias e drenagem linfática.

Pesquisar
Artigos Relacionados